Eliminar o que não é necessário

Eliminar o que não é necessário

Michelangelo disse que pôde ver sua obra-prima, a estátua de Davi, na pedra enorme que descobriu numa mina de mármore onde buscava material. Seu único trabalho, ele disse, foi esculpir a pedra para se livrar das partes desnecessárias até que conseguisse chegar à estátua que havia visualizado. Alcançar a simplicidade nas nossas vidas entulhadas e caóticas também é um processo constante de eliminar o que não é necessário.

Foco

Foco

Se colocarem uma tábua no chão, qualquer um andará sobre ela até o fim sem cair, porque o foco estaria em atravessá-la. Mas se esta mesma tábua fosse colocada ligando dois prédios de 10 andares, quase ninguém se arriscaria a atravessar até o outro lado, porque o foco estaria principalmente em cair. Foco é tudo. Indo para o nosso dia-a-dia: em vez de mantermos o foco nos objetivos, nos distraímos com nossas inquietações e nossos medos. Quando você se concentrar nas coisas que quer de verdade, elas irão acontecer em sua vida.

O Ciclo da Vida

O Ciclo da Vida

Fingir que não vamos morrer prejudica a forma como aproveitamos a vida. É como se um jogador de futebol fingisse que não há um fim para a partida que está disputando. Ele iria fazer corpo mole, é claro. Sem final, não há jogo. Sem a consciência da morte, você não estará totalmente consciente da dádiva de estar vivo. Se você continuar fingindo que o jogo da sua vida não terá um final, continuará deixando para fazer coisas maravilhosas no futuro, no dia em que estiver disposto.